Turismo Porto e Norte

Reerguer o Turismo

Partilhe as suas propostas na discussão sobre estratégias de recuperação, a curto e a médio prazo, para a nossa Região. Juntos Somos Mais Norte!

Navegação do fórum
Tem de iniciar a sessão para criar novos artigos e tópicos.

Negócios pós-Covid19

Quais as principais tendências para o setor do turismo? Será agora o tempo da Economia das Experiências, mais virtuais e imersivas? 

 

 

Susana, 

Sou da opinião que, embora alavanquemos a nossa comunicação com base nos canais digitais, as experiências têm de ser mais imersivas.

Também considero que responderão a uma necessidade de proximidade (grande parte das pessoas deixarão de viajar para o estrangeiro) e, quando esta maré passar, os portugueses quererão viajar cá dentro para os locais que mais emocionalmente se ligaram a eles neste momento para experimentar o doce regional, dormir naquele alojamento local ou revisitar aquele momumento que "sentiram" virtualmente. 

Para quem se adaptar, este é um momento de oportunidade!

As pessoas vão passar a valorizar mais a qualidade e o preço passará para segundo lugar.

Destinos de grande aglomerado de pessoas como, grandes cidades e grandes atrações turísticas serão as mais afectadas passando a valorizar destinos com menos concentração de pessoas, privilegiando, dessa forma, o mais autêntico e o mais natural.

Acredito que será um princípio do fim da disneylandização do turismo.

 

Creio que a vivência/experiência outdoor seja mais valorizada ainda, enquanto sinónimo de saúde e bem-estar.

E, em termpos mais conceptuais o tema Sustentabilidade tenha cada vez mais força, quer na procura, quer na oferta.

Obrigado @alfredo-castanheira!

Que boas práticas pode apontar no que concerne à utilização do tema "Sustentabilidade" como ativo do negócio em turismo?

A sustentabilidade ao serviço do Turismo deverá ser:

- económica, na medida em que o negócio deve ser sempre pensado numa vertente de longo prazo; e não responder a procuras e pressões "de moda" que podem facilmente se extinguir.

- sócio-cultural, para garantir o respeito pelas populações locais e a defesa da sua cultura e património; e, claro,

- ambiental, pois o património ambiental deve ser também protegido e as operações escaladas em função dessa protecção.

Assim, o investimento em práticas que derivem em auditorias e certificações no âmbito da sustentabilidade deverá ser estratégico, pois será reconhecido por um público cada vez mais exigente e que busca, nestas práticas, muita coerência e consistência.

O recurso a energias renováveis, sistemas de tratamento de lixo, procurement sustentável, design sustentável, envolvimento com o stakeholder "Comunidade", informação transparente e accountability são eixos que vão sair reforçados.

Boa tarde

Temos uma grande oportunidade de relançar a economia uma vez que o governo vai fazer um grande esforço financeiro neste próximos anos para isso nós empresários temos que ser mais activos nos nossos negócios como também mais exigentes para profissionalização do setor e dar um contributo ao país.

Passar por dar um grande contributo á economia, fazer com que o salário mínimo no setor passar ainda este ano para 750€ rever às tabelas profissionais e que o esforço do governo seja reduzir descontos de segurança social como defender uma taxa única de iva para 13%.

Termos um esforço repartido para todos juntos sermos Portugal