Turismo Porto e Norte

Reerguer o Turismo

Partilhe as suas propostas na discussão sobre estratégias de recuperação, a curto e a médio prazo, para a nossa Região. Juntos Somos Mais Norte!

<!-- Pesquisa do fórum -->
Navegação do fórum
Tem de iniciar a sessão para criar novos artigos e tópicos.

Estratégia de Mercado

Para iniciarmos a retoma, qual será a melhor abordagem em termos de mercados na promoção da Região? Deveremos apostar no mercado interno alargado (Portugal e Espanha)? Ou será que deveremos manter a estratégia utilizada antes da crise?

Susana Ribeiro reagiu a este artigo.
Susana Ribeiro

Boa Noite,

 

Na minha opinião temos 3 questões depois da crise:

1º) Passou a crise forte mas mantêm-se as questões da transmissão. Neste cenário os espaços públicos vão ser evitados, a economia mantém-se muito fraca e o turismo continua a sofrer, quer pela tendência de os turistas existentes serem menos e tenderão a privilegiar espaços mais privados.

2º) Existe tratamento eficaz já nessa altura e os hospitais portugueses têm capacidade de resposta aos turistas em caso de emergência.Aqui os turistas ainda serão poucos, mas  haverá menos preocupação com a questão do contágio até pelo facto de grande parte da população estar imunizada.

3º) Existe vacina. Neste cenário que será dentro de 1 a 1,5 anos de acordo com as estimativas, então a atitude passará a ser mais "normal" e aí os grandes eventos, hotelaria, etc, poderão recuperar (os que ainda estiverem vivos!).

Neste cenário urge apoiar as empresas de turismo e dar-lhes em termos de apoios a fundo perdido, parte dos investimentos que têm que fazer e até para .  Apoios na casa dos 40% e financiamentos a pagar a 10 a 12 anos com 2 anos de carência no mínimo, serão os mecanismos que poderão ajudar nos investimentos. Os financiamentos à tesouraria que existem a 4 anos com pagamento de capital apenas nos últimos 3 são por isso uma má decisão para as empresas. Pedirem capital que depois não conseguirão pagar? Para apoios à tesouraria são necessários financiamentos a 12 anos com 2 anos de carência.

Cumps

Vasco Salazar Soares

 

 

 

 

 

Obrigado Vasco pelo comentário

Olá a todos, precisava de alguns conselhos em relação ao forex trading. Comecei por investir há algum tempo em apenas ETF. Parecia-me relativamente seguro, algo onde podia meter o meu dinheiro a longo prazo, sem grandes taxas de manutenção e assim. Ultimamente, a conselho de um colega de trabalho, comecei a pensar em moedas. Só como referência deixo aqui um link da corretora https://www.robomarkets.pt/forex-trading/assets/indices/. A minha grande dúvida é que neste momento parece tudo demasiado instável para apostar. Os EUA parecem reservados, sei lá se a Europa vai entrar em recessão, países por todo o lado a precisarem de restruturar as dívidas…